sexta-feira, 1 de julho de 2011

Jesus disse. Eu, porém, vos digo


O cristianismo é lindo, maravilhoso!
Proposta divina.
Muitos ideólogos, sistemas de controle tentaram e ainda tentarão apropriar-se de sua beleza, pureza e ternura em benefício e Poder intrínseco de seus interesses.
A expressão “eu, porém, vos digo” ditas pelo Senhor-Divino-Humano por seis vezes ao longo do sermão do monte, com o intuíto de esclarecer e aperfeiçoar a proposta da Lei, foi repetida de forma abusiva, criminosa, tendenciosa, PECAMINOSA desde o início da Igreja pelos interessados em usar a proposta do Cristo em benefício próprio.
Não necessariamente em palavras, mas principalmente em ações de acordo com as conveniências do grupo interessado.
Hoje, a igreja no ocidente, principalmente nos Estados Unidos, controladas pelos impérios financeiros destilam, transpiram, ensinam, louvam, vomitam uma  bem aventurança de conveniência mundana. Alguns amigos teólogos afirmam que a igreja brasileira está “evoluindo bem” nesta área e logo superará a igreja americana. Na camuflagem piedosa e pseudo cristã balbuciam,  uma proposta  pretensamente “atualizada”, “adaptada” do  sermão do monte:

Bem aventuranças
Eu, porém vos digo
Bem-aventurados os pobres de espírito, porque deles é o reino dos céus
Eu, porém, vos digo: pobre e ainda mais de espírito não serve de nada, na igreja valemos pelo que temos.
Bem-aventurados os que choram, porque eles serão consolados
Eu, porém, vos digo: não temos que está chorando somos mais que vencedores. Lamento é para os fracos.
Bem-aventurados os mansos, porque eles herdarão a terra
Eu, porém, vos digo se prepare para a guerra, a melhor defesa é o ataque e o nosso próximo é o concorrente direto.
Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça, porque eles serão fartos
Eu, porém, vos digo: cuide de você e de seus bens e não mexa com quem está quieto. Esteja perto e apoie quem estão no poder e serás beneficiado.
Bem-aventurados os misericordiosos, porque eles alcançarão misericórdia
 Eu, porém, vos digo: se você for parar para ajudar, para socorrer ficará no caminho também.  Prossiga Deus é contigo.

Bem-aventurados os limpos de coração, porque eles verão a Deus
Eu, porém, vos: digo impossível ser limpo de coração hoje, precisamos ser espertos e sugarmos ao máximo dos que estão no poder ou dos que almejam o mesmo e podem chegar lá. Esta pureza é para os românticos, os puros se dão mal quase sempre.
Bem-aventurados os pacificadores, porque eles serão chamados filhos de Deus
Eu, porém, vos digo: desde que não venham mexer com seus interesses como líder da igreja ou da convenção. Se mexerem reaja, processe, vá aos tribunais.

Bem-aventurados os que sofrem perseguição por causa da justiça, porque deles é o reino dos céus
Eu, porém vos digo: a salvação é pela graça, por isto não vale a pena ser perseguido combatendo aquilo que é impossível vencer. Aliemo-nos a eles, os injustos.

Bem-aventurados sois vós, quando vos injuriarem e perseguirem e, mentindo, disserem todo o mal contra vós por minha causa. Exultai e alegrai-vos, porque é grande o vosso galardão nos céus; porque assim perseguiram os profetas que foram antes de vós
Eu, porém vos digo: Calemos nossas bocas, fiquemos quietos, evitemos olhar para o que acontece. Tudo passará. Não precisamos sofrer. Jesus já sofreu por nós. Deus não precisa de que o defendamos.



Os profetas, os verdadeiros discípulos precisam bradar a palavra e denunciar o juízo para os mercenários e cínicos que se propagam nos intestinos das denominações históricas e se proliferam como ervas daninhas nas denominações independentes. Ou juízo virá sem profetas?
Mas, ainda não é o fim.
Pedro Luis da Silva

quarta-feira, 13 de abril de 2011

Os crentes-protestantes não podem...

Não podem! Os crentes, protestantes, evangélicos, cristãos não-católicos... No Brasil: Não podem lutar contra o racismo, nem contra a injustiça agrária; Não podem sair em passeatas protestando contra a fome, a miséria, a violência; Não podem denunciar corrupção, máfias; Não podem profetizar contra as autoridades constituídas corrompidas; Não podem questionar, refletir...
  
   Frases comuns e pensamento dominante em nosso meio, pecado corriqueiro... Valores próprios da classe média conservadora, corporativa, reacionária, preconceituosa, prevalecente na igreja dos crentes, protestantes, evangélicos, cristãos-não-católicos...
  
   Nas igrejas históricas, destacadamente burguesa e esbranquiçada: tudo em nome da tradição. Lembro-me das igrejas americanas que ainda hoje segregam, ou das igrejas do século XIX para trás, legitimadoras da escravidão.
  
   A igreja católica romana historicamente relutou muitos anos para afirmar que o negro tinha alma. A igreja dos crentes, protestantes, evangélicos, cristãos-não-católicos, legitimando a injustiça social, sempre foi aliada da classe dominante, injusta e cruel (com ilhas de exceções).
  
   Nas denominações pentecostais e neo-pentecostais, os excluídos ou filhos de excluídos ascendem com o talento da eloqüência nos púlpitos.
  
   Pretos, cafuzos, caboclos, mestiços que se adaptam ao sistema como cordeiros inofensivos. Na pior (melhor) das hipóteses, só exploram a prole, a ralé incauta.
  
   Massa de manobra subserviente, faz a “fezinha” ofertando como quem joga na loteria. Massa utilizada também pelos políticos profissionais, destruidores paulatinos da nação.
  
   “Temos que ser dóceis, cordiais, humildes”. “O exemplo de João Batista e de Jesus, questionando o sistema político e religioso, não é para hoje”. “Temos que nos calar e sermos simpáticos, se não eles vêm e nos matam nos prendem, nos perseguem, nos exterminam.”
  
   “Precisamos preservar a nossa "liberdade religiosa e de expressão". Afinal de contas, está tudo bem... Não há o que denunciar, não há tantos crimes, roubos, estupros, desvios de dinheiro público, imoralidades sexuais, miséria, fome, medo, falta de assistência médica para as crianças, velhos, operários, tantas favelas, tanta tristeza, lágrimas, pedofilia, idolatria, meninos de rua, fome, mortalidade infantil, genocídios. E o que existe não é de nossa conta.
  
   Além do mais tudo isso é conseqüência do pecado. “Vamos cantar, vamos louvar e, claro, evangelizar, se quiserem vir às nossas igrejas, serão libertos.” “Somos cidadãos do céu, não temos nada a ver com isso.”
  
   “O exemplo dos profetas que denunciavam injustiça social não é para hoje”. As denuncias de Tiago não são para hoje. "Cuidado! não mexa, não vale a pena. Você é carnal, socialista, comunista, rebelde." Os crentes fizeram um pacto com o diabo: “Ele (Satanás) não mexe com a gente e a gente não mexe com ele.”
  
   Mas ainda não é o fim...